Dumb Money (ou um filme vindo das elites pagas a peso de ouro para apregoar contra as elites pagas a peso de ouro promíscuo)

Não passei dos 20 minutos a todas as referências pop, terminologias de investimento gozadas e desvalorizadas, estabelecimentos de narrativa assente numa realidade não tão longe, observável, investigável e debatível e mais um corporate movie disfarçado de underdog movie com todos os laivos de politicagem e “nós certos e fracos, eles errados e fortes.”

Sinto-me (muito pouco, quase nada, inobservantemente) mal por Paul Dano e Vincent D’Onofrio, cujo trabalho sigo há anos e provavelmente fazem muito por merecer que eu me sacrificasse física e sangrasse espiritualmente para me submeter a isto.

Sinto-me indiferente ao tema do filme por duas enormes razões:

– nasci em 1990 e acompanhei em tempo real, com olhos de ver, maturidade de adulto e preocupação financeira a temática da GameStop e todo o imbróglio das acções, e malta que ganhou muito dinheiro e não era suposto, e malta que perdeu muito dinheiro e não era suposto, e que desta vez os que ganharam mereciam, mas usando tácticas sujas que os que perderam usam desde sempre para se manterem na mó de cima e nunca merecerem;

– a minha muito limitada literacia financeira e de menos interesse sobre mercado de bolsa, acções, compra e venda, fazer dinheiro com dinheiro e jogar sobre jogos de valor que me ultrapassam em regras, género e número não foram atiçadas à curiosidade ou mínimo interesse com o acto introdutório do filme.

Sinto-me particularmente irritado pelo que se segue.

Uma coisa é Wolf of Wall Street, Wall Street I (1987) e II (2010), Glengarry Glen Ross, outra é Dumb Money.

Não brinquemos com coisas sérias. Uma coisa é cinema com tema dinheiro, outra é dinheiro publicitado e propagandeado através de cinema.

Mais respeito por mim espectador, já que onde há dinheiro e preços, respeito vale milhões para uns e um pouco menos para outros.

Disse-o no passado e volto a dizer, porque aparentemente burro velho, rico, abastado e estabelecido, não aprende línguas: a industrialização da arte por si só é nojenta.

Adorno-o agora com: a industrialização da arte para passar mensagens de pão e circo para apaziguar e desfocar as hostes de quem verdadeiramente não presta ou é conivente sorridente como instrumento de quem não presta é execrável.


Dumb Money
Dumb Money

ANO: 2023

PAÍS: EUA

DURAÇÃO: 105 min.

REALIZAÇÃO: Craig Gillespie

ELENCO: Paul Dano, Vincent D'Onofrio, Seth Rogen, America Ferrera, Nick Offerman, Pete Davidson

+INFO: IMDb

Dumb Money

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *