Good Luck to You, Leo Grande é quase tão satisfatório quanto um orgasmo!

Desenvolver um argumento cinematográfico não é um trabalho fácil. Para tudo deve haver um motivo, cada elemento apresentado deve ajudar o enredo a seguir em frente e evoluir. E, dentre os desafios que um argumentista enfrenta, um dos, senão, o mais temido de todos, é a escrita de diálogos. Uma troca de falas muito realista pode ser entediante, mas fugir demais do realismo pode trazer muita superficialidade ao texto e, mesmo que a proposta seja buscar tal superficialidade, as chances de privar o argumento de emoção são grandes.

Rechear um argumento com diálogos já não é uma tarefa fácil. Agora, imagine usar tal ferramenta narrativa como base de todo um enredo. Pois é, Good Luck to You, Leo Grande (Boa Sorte, Leo Grande) ousa apostar nessa abordagem, e o faz de forma tão elegante, que deixa a falsa impressão de não se tratar de um desafio assim tão grande.

Nancy Stokes (Emma Thompson) é uma ex-professora de meia idade que contrata os serviços de um jovem profissional do sexo, Leo Grande (Daryl McCormack). Sexualmente frustrada, Nancy hesita em realizar seus desejos, enquanto Leo Grande tenta convencê-la a relaxar e gozar.

Praticamente toda ação de Good Luck to You, Leo Grande acontece dentro do quarto de hotel. Entre um encontro e outro, Nancy luta contra sua insegurança e seus preconceitos para tentar desfrutar dos serviços de Leo, que é encantadoramente insistente e não desiste dela de forma alguma, mesmo quando ela o ofende. Nancy é uma mulher conservadora e rígida, inflada de estigmas morais que a oprimem. Ao se encontrar com Leo, Nancy julga a si mesma e questiona constantemente suas ações derivadas da luxúria, assim como os motivos de seu parceiro levar a vida que leva.

Os diálogos derivados dessa situação são incrivelmente dinâmicos e naturais. Good Luck to You consegue realizar a proeza de cativar e manter sua atenção durante todo o tempo, sem se deixar cair na indiferença. Apesar da tensão criada no cenário, o tom do filme se mantém leve e divertido, graças à excentricidade de Nancy e ao caloroso carisma de Leo Grande. Nesse vai e vem de “quero, mas não sei se devo”, Good Luck to You revela muito sobre suas personagens. Nancy tenta desvendar seu parceiro, enquanto Leo tenta extrair de Nancy qualquer coisa que possa ajudá-la a se sentir mais segura, e essa brincadeira acaba por trazer à tona fragilidades e traumas de ambas partes.

O texto do filme se desenvolve de forma orgânica, invadindo a privacidade mais restrita de suas personagens sem nunca parecer forçado ou gratuito. Tal genuinidade faz com que os principais temas de Good Luck to You apareçam naturalmente nos diálogos, evitando que enxerguemos um argumento sendo construído e fazendo acreditar se tratar uma real conversação. Liberdade sexual, autoestima e alguns tabus entram em cena sem discursos, muitas vezes sem mal serem verbalizados. O argumento aqui é sutil, e sabe apresentar-se de modo a atingir seu público com olhares e gestos além de quaisquer diálogos.

É inevitável se ver completamente envolvido em Good Luck to You, Leo Grande. Afinal, sexo é algo que faz parte da vida de todos nós e, por mais seguros que possamos ser em relação a nossa intimidade, todos já vivemos algum dilema sexual.

Good Luck to You, Leo Grande segue uma linha de natural evolução narrativa que se mantém envolvente do início ao fim, sem nunca perder seu ritmo e carisma. Apesar de uma breve derrapada em uma cena na reta final do filme, que externaliza alguns temas que podiam permanecer na sutileza até sua conclusão, Good Luck to You nunca nos permite broxar. Muito pelo contrário. A trama do filme é tão gostosa e segue por caminhos tão prazerosos, que chega a uma conclusão quase tão satisfatória quanto um explosivo orgasmo após uma boa noite de sexo. Quase.


Good Luck to You, Leo Grande
Boa Sorte, Leo Grande

ANO: 2022

PAÍS: Reino Unido

DURAÇÃO: 1h 37min

REALIZAÇÃO: Sophie Hyde

ELENCO: Emma Thompson, Daryl McCormack, Isabella Laughland

+INFO: IMDb

Good Luck to You, Leo Grande

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *