“Red Notice” diverte… mas não empolga

Neste aglomerado de falhas, quem mais acertou foi a Universal, quando percebeu que o filme realizado por Rawson Marshall Thurber ia dar prejuízo. E quem mais falhou: a Netflix, que meteu uns trocos na mesa e trouxe para a plataforma o filme mais caro da sua (ainda curta) história.

O filme mostra John (Dwayne Johnson), um agente do FBI, em busca do ladrão Nolan Booth (Ryan Reynolds). Só que “O Bispo” (Gal Gadot), incrimina o agente pelo roubo e agora ele também está na mira da inspectora da Interpol, Das (Ritu Arya). Isso obriga John a juntar-se a Nolan para encontrarem os três ovos da Cleópatra e limpar o seu nome. Mas o “Bispo” mostra ser uma adversária de peso, e isso torna a tarefa ainda mais difícil.

O filme tem uma proposta bastante genérica, e acaba por falhar em praticamente todas as vertentes. A longa-metragem falha como filme de assaltos pela falta de dificuldade, perigo ou emoção. Afinal, fica difícil perceber se foi mais fácil assaltar uma exposição de um museu que não parece ter segurança nenhuma, ou um vilão secundário que parece tirado de um filme antigo do 007. Como filme de aventura falha ao dar, detalhadamente, todas as respostas e explicações e enigmas e cofres fáceis de decifrar. Como filme de acção falha em cenas tão estúpidas como um homem ser atingindo pelos cornos de um touro de CGI e não ficar com um único arranhão (Mas pronto, vamos desculpar esta falha com o complexo narcisista de Dwayne Johnson, que está presente em praticamente todos os seus filmes). Mas acerta, e acerta mesmo em cheio, como filme de comédia. E talvez o truque para desfrutar e gostar deste filme seja mesmo esse: Não o levar demasiado a sério, e encará-lo como uma comédia.

Ainda assim o filme é salvo pelo seu elenco de luxo. Gal Gadot é extremamente carismática e o grande destaque do filme. Ela consegue afastar-se da aura de “Mulher Maravilha” e adicionar traços de vilã necessários para a sua personagem. Quanto a Dwayne e Ryan, ajudam a salvar o filme pela sua química fantástica. E pelo alivio cómico consistente.

“Red Notice” diverte… mas não empolga. O elenco de luxo, o carisma de Gal Gadot, a química de Dwayne Johnson com Ryan Reynolds, e o alivio cómico consistente são dos poucos acertos deste filme que tenta ser tudo, e acaba por não ser nada. Apesar de genérico, e de não trazer nada de novo, o filme diverte e é perfeito para uma tarde bem passada.


Red Notice
Aviso Vermelho

ANO: 2021

PAÍS: EUA

DURAÇÃO: 118 min.

REALIZAÇÃO: Rawson Marshall Thurber

ELENCO: Dwayne Johnson, Ryan Reynolds, Gal Gadot.

+INFO: IMDb

Red Notice

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.