ESPECIAL MOTELX: Satan’s Slaves 2 confirma o valor de Anwar

O nosso primeiro filme desta edição do MOTELX que começou com o pé direito.

Joko Anwar já não é um desconhecido no mundo do terror. Tendo já obras para trás com sucesso nacional, foi com o remake de Satan’s Slave (um clássico indonésio de 1980) que o realizador ficou nas bocas do mundo. Mais tarde acrescentou o excelente Impetigore à sua filmografia, regressando agora ao mundo deste culto satânico.

A sequela diferencia-se do primeiro filme logo pela localização. Enquanto no 1° filme, a família sofria os ataques sobrenatuarais numa casa isolada, agora isso acontece num prédio. Isolado também, mas um prédio. Isso permite a Anwar expandir o universo para lá daquela família e mostra-nos um prédio recheado de vida e identidade, sem nunca deixar de fazer a sua crítica social, nomeadamente no que às condições de pobreza diz respeito e sem nunca também deixar de explorar os mitos e costumes da cultura local.

A fórmula de um primeiro ato calmo, acelerando depois sem fim a partir do final do mesmo volta a ser seguida por Anwar e resulta. Somos introduzidos a novas personagens e queremos realmente saber delas, importando-nos com o seu destino. Isso retira algum tempo de ecrã aos nossos velhos conhecidos, mas, não se preocupem, eles são tão fundamentais para a trama quanto antes!

Do ponto de vista técnico, nota-se o crescimento do realizador com recurso a diferentes técnicas nas cenas de maior tensão que elevam a dimensão do que vemos em cena. Há uma cena no elevador que é absolutamente perfeita que ficará por muitos anos na memória de quem quer que veja o filme, mas há outras cenas de grande destaque, incluindo quase todas as mortes e a cena final, brilhantemente construída com a tensão no máximo, sendo também auxiliada pelo belo trabalho de som que pontua toda a obra.

Como pontos negativos, Anwar continua a insistir ligeiramente em demasia em jumpscares consecutivos (principalmente no 3° ato) e penso que uma edição mais curta (pelo menos, 10 minutos do 2° ato) teria beneficiado o filme, tornando-o mais fluído*. Existem também algumas cenas que parecem demasiado parecidas com o anteriormente feito pelo cineasta, o que deve ser de evitar.

Nada muito preocupante. Anwar volta a confirmar o seu talento e peso no paranorama do terror atual, criando uma sequela que expande o universo não perdendo a essência. Sustos e cenas tensas não faltam!

*Nota: É de referir que existiram problemas técnicos na projecção do filme – corrigidos pela equipa do MOTELX – que levaram a uma paragem de 10 minutos no meio do 2° ato, o que poderá ter influenciado em alguma perda da tensão no regresso.


Satan’s Slaves 2: Communion
Satan’s Slaves 2: Communion

ANO: 2022

PAÍS: Indonésia

DURAÇÃO: 119 minutos

REALIZAÇÃO: Joko Anwar

ELENCO: Tara Basro; Endy Arfian; Nasar Annuz, Bront Palarae

+INFO: IMDb

Satan’s Slaves 2: Communion

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *