Somebody I Used to Know é como um tio sem graça que insiste em fazer rir

Não sou o maior fã de comédias românticas. Os filmes do gênero me afastam pois sua fórmula básica me cansa. O casal se conhece, sua relação evolui, até que algo faz com que eles se afastem, para logo em seguida tudo ser resolvido muito rápido e, algumas vezes, de forma muito fácil. Somebody I Used to Know (Alguém Que Eu Costumava Conhecer) segue essa mesma fórmula, mas, diferente da maioria dos que também o fazem, não chegou a me incomodar. Que bom, não é mesmo? É… não. Isso me ocorreu por um péssimo motivo: Somebody I Used to Know é tão falho e revoltantemente sem graça que não pude me importar com sua trama e personagens o suficiente para me preocupar com qualquer outra coisa além de quanto tempo restava para que o filme chegasse ao final.

Vamos começar pelo pior elemento que o filme apresenta: a comédia. SIUTK me fez revirar os olhos desde a primeira tentativa de me fazer rir. Geralmente não me ofendo com tentativas fracas de fazer humor. Fazer rir é difícil, e respeito quem se atreva a tentar. O problema é que este filme quer tão desesperadamente divertir com suas piadas, que deixa de lado qualquer sutileza, e suplica por gargalhadas como um animador de plateia erguendo uma placa. Fazia muito tempo que não sentia tanta vergonha alheia. SIUTK é como aqueles tios presentes em praticamente qualquer família, que, apesar de não terem nenhum timing cômico, tentam a todo momento ser engraçados. A diferença é que o filme não tem o carisma de um tio bobalhão.

E outra coisa que falta a SIUTK é a criatividade. O enredo do longa é super batido: Ally (Alison Brie) viaja para sua cidade natal durante as férias, e lá encontra seu ex-namorado, Sean (Jay Ellis). Ambos se reconectam, e quando Ally sente que pode voltar a se relacionar com Sean, descobre seu noivado com a jovem Cassidy (Kiersey Clemons). Então, Ally decide intervir nos planos do casal e trazer Sean de volta para si a qualquer custo. A mesma história de sabotagem matrimonial que já vimos diversas vezes.

Sim, clichés são comuns e muito presentes em comédias românticas. E isso talvez pudesse ser irrelevante aqui, não fosse a aborrecida primeira metade de SIUTK. Mas, a partir do momento que a noiva de Sean, Cassidy, é apresentada à trama, o filme dá uma guinada positiva. O fato é que Cassidy traz consigo a dramaticidade de que o filme precisava para trazer mais coerência ao longa. A juventude e espírito rebelde da noiva vocalista de uma banda punk rock é contagiante, e provoca tanto seu noivo, quanto Ally, a se permitirem e sentirem mais, exalando essa energia para fora da tela num necessário respiro de verdade em uma obra que, até então, se mostrava completamente falsa.

E quando falo em coerência, me refiro aos aspectos visuais do filme. Desde o início, SIUTK apresenta uma cinematografia que nada condiz com o estúpido argumento lotado de bobagens forçadas e sem graça. Os enquadramentos bem pensados, que isolam as personagens quando desoladas, criando sensações de solidão ou desequilíbrio; a paleta de cores em tons de madeira, que remete à rusticidade da cidade natal de Ally, e à nostalgia de revisitar um local há muito perdido em seu passado. SIUTK demonstra apreço técnico e clama por identidade e dramaticidade logo de cara. Uma pena que os demais campos da obra não atendam a isso a tempo de salvar o filme da sombra da vergonha alheia.

Piadas sem graça, exageros, visuais interessantes, e um peso dramático que chega tarde demais. Somebody I Used to Know me aborreceu muito desde sua primeira cena. Tentou me animar depois, é claro. Mas o ranço já era tanto à metade do filme, e a vergonha alheia tão esmagadora, que não pude evitar de sair dessa experiência com o desejo de nunca mais revisitá-lo.


Somebody i used to know
Alguém que Eu Costumava Conhecer

ANO: 2023

PAÍS: EUA

DURAÇÃO: 1h 46min

REALIZAÇÃO: Dave Franco

ELENCO: Alison Brie, Jay Ellis, Kiersey Clemons

+INFO: IMDb

Somebody i used to know

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *