Swallow ou o filme que me custou engolir pelos piores motivos

A nova produção de Nollywood – a Hollywood nigeriana – Swallow, já está disponível na Netflix e, para minha infelicidade foi mesmo difícil de engolir. Com uma temática forte e uma história com bastante potencial, o filme de Kunle Afolayan deixa muito, mas muito a desejar. Niyola Eniola Akinbo, Ijeoma Grace Agu, Deyemi Okanlawon são os protagonistas deste que é mais um filme para ser esquecido no serviço de streaming.

Baseado no livro com o mesmo nome de Seffi Atta, Swallow conta a história de Tolani Ajao – Niyola Akinbo – que depois de vários problemas no trabalho e no seu relacionamento resolve aceitar a sugestão da sua amiga e colega de casa Rose – Ijeoma Grace Agu – para engolir droga e transportá-la.  Retratando uma realidade de Lagos, Nigéria, nos anos 80, mas que nem por isso deixa de ser atual, o filme aborda temas pertinentes como o tráfico de drogas, abuso de poder e assédio sexual e transforma-os em uma… autêntica palhaçada! Os erros aqui presentes foram vários e se Kunle Afolayan tinha alguma pretensão em fazer deste drama um sucesso mundial na Netflix falhou redondamente.

Quer seja pela longa duração, que convenhamos só tornou o filme ainda mais difícil de digerir, pela atuação fraca de grande parte do seu elenco, pelo uso mal conseguido de analepses ou pela falta ou excesso de ritmo nas suas sequências, o filme é uma miscelânea de erros que não consegue ser salvo nem com a competente interpretação de Ijeoma Grace Agu que é a grande estrela do filme mesmo não sendo a protagonista. Rose é muito mais credível que Tolani. As suas emoções são variadas e, ao mesmo tempo que nos consegue irritar, também nos emociona, não fosse toda aquela realidade tão dura. Por sua vez, Tolani, papel de Niyola Akinbo, tem poucas expressões e parece passar o filme todo a fazer aquela cara de mãe africana que está à espera do filho para lhe dar uma lição. Mesmo quando nos devíamos emocionar com ela ou nutrir algum tipo de sentimento o ritmo do filme ou a má interpretação fazem com que o encanto se perca. Aliás, a única vez que ela emociona é devido a Rose. Talvez se o filme fosse mais curto, talvez se tivesse menos analepses, talvez se o elenco fosse outro e não demorassem tanto tempo a aprofundar a história de Tolani para justificar as suas escolhas, talvez aí o filme tivesse sido melhor.

Com várias tentativas falhadas de apresentar um drama que nos toca profundamente, este filme de Nollywood tem mais erros que acertos!

E quais são os seus acertos?

Ijeoma Grace Agu como Rose e os últimos vinte minutos de filme que estão a si ligados.


Swallow
Difícil de engolir

ANO: 2021

PAÍS: Nigéria

DURAÇÃO: 2h 8min

REALIZAÇÃO: Kunle Afolayan

ELENCO: Niyola Eniola Akinbo, Ijeoma Grace Agu, Deyemi Okanlawon

+INFO: IMDb

Swallow

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *