The Fabelmans é carta de amor ao cinema, e mensagem de carinho à família de Spielberg

Com carinho, e muito cuidado, Steven Spielberg olha para o seu passado. Em uma obra que se perde entre fatos e ficção, o cineasta revisita eventos que o moldaram de um menino curioso, para um dos mais inventivos realizadores da história. The Fabelmans é uma carta de amor ao cinema, mas, mais do que isso, é uma declaração de eterno respeito e gratidão do realizador para com as pessoas que estiveram ao seu lado em sua jornada profissional e emocional.

Talvez como um exercício de distanciamento, Spielberg dá lugar à uma personagem ficcional à sua história, Sammy Fabelman. A decisão pode parecer estranha inicialmente, porém, com o decorrer do filme, percebe-se que, provavelmente, esta tenha sido a melhor abordagem possível para se realizar a obra. 

Para além dos estímulos audiovisuais e a paixão pela sétima arte, The Fabelmans discute a influência das relações do realizador na sua formação pessoal e na sua carreira como cineasta. A família de Spielberg passou por momentos conturbados no período entre sua infância e adolescência e, aqui, o realizador toca em assuntos sensíveis sem aparentes romantizações ou passadas de pano. As personagens são falhas, e suas imperfeições e erros são representados com muito cuidado, mostrando-se como conflitos necessários para sua jornada de aprendizado e amadurecimento.

Ao alterar nomes e brincar com ficção nesta autobiografia, Spielberg provavelmente encontrou, no afastamento singelo proporcionado por esses detalhes, a motivação e coragem necessárias para contar sua história da maneira que precisava ser contada: com fidelidade ao impacto causado por tudo isso em sua vida, e, principalmente, com respeito.

É nítido o olhar crítico do realizador em relação às ações e comportamentos nocivos de seus entes queridos. Entretanto, percebe-se também imenso carinho e gratidão esbanjados em tela. Spielberg não hesita em mostrar seus pais, por exemplo, como miseráveis derrotados e dignos de pena em seus piores momentos. Mas também não cansa de os enquadrar de forma imponente, por vezes divina, como se fossem dignos de adoração, sempre que têm uma valiosa lição para passar adiante, ou simplesmente se encontram leves, em estado de pura paz.

Spielberg tem um recado muito claro para dar a sua família com seu filme. Um recado de eterna gratidão e orgulho.

Porém, não é só para suas relações do passado que o cineasta olha com saudosismo. Todo o seu envolvimento com a arte de fazer cinema é aqui abordada com muita paixão e reverência. Do primeiro contato com a sala escura do cinema, até o início promissor de sua carreira: Spielberg apresenta ao público suas experiências com o cinema, para dentro e fora dos filmes, de maneira mágica. É incrível como o realizador transmite, com um uso exemplar de movimentos de câmera e subversões de perspectiva, através de uma brincadeira infantil, toda a tensão presente no psicológico abalado do pequeno Sammy Fabelman. Ou como demonstra nostalgia e transborda, através de seu avatar ficcional em cena, paixão pela produção cinematográfica, com suas divertidas e engenhosas cenas nos sets de filmagem independentes. 

The Fabelmans tinha tudo para esbanjar egocentrismo, mas acaba passando longe disso. Spielberg faz do seu mais novo projeto uma delicada e comovente visita ao passado, que aborda toda sua adoração à sétima arte, e demonstra toda sua sinceridade e comprometimento com a arte de bom gosto.

Steven Spielberg nos quer contar sobre suas origens como artista e, para isso, não tem medo de discutir fins dolorosos e recomeços difíceis. The Fabelmans é uma viagem pessoal comovente, tratada com extremo cuidado e responsabilidade, que não falha em encantar a cada segundo de sua duração. Uma agradável obra para os fãs do realizador, e imperdível para qualquer um que ame cinema.


The Fabelmans
Os Fabelmans

ANO: 2022

PAÍS: EUA

DURAÇÃO: 2h 31min

REALIZAÇÃO: Steven Spielberg

ELENCO: Paul Dano, Michelle Williams, Seth Rogen, Gabriel LaBelle

+INFO: IMDb

The Fabelmans

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *